Telefone: (51) 3254 8400

 

Atitude saudável contra o Sedentarismo

O exercício físico é benéfico para todos, desde que seja correto e realizado de forma regular, de acordo com cada pessoa e a intensidade ideal.

 Conheça os principais tipos de atividades físicas e os seus benefícios

- Exercícios Aeróbicos ou Cardiovasculares

Melhoram a função do coração e do pulmão, ajudam a queimar calorias, baixam a pressão arterial, o colesterol e o nível de estresse. Exemplos: caminhada, ciclismo, natação, corrida, hidroginástica, subir escadas, dançar, limpar o jardim, varrer, etc.

- Exercícios Anaeróbicos

Desenvolvem condicionamento e força muscular. Exemplos: chutar uma bola, cortada no vôlei, corrida de 100m, musculação, levantamento de pesos, abdominais, flexões ao solo e exercícios de barra.

- Exercícios de potência mista

Beneficiam a saúde através de exercícios aeróbicos e anaeróbicos alternados. Exemplo: ao jogar futebol, vôlei ou basquete, há instantes em que você corre mais e outros em que se desloca de forma lenta.

- Exercícios de flexibilidade

Aumentam a mobilidade corporal, a flexibilidade das articulações e músculos, além de promover o relaxamento muscular e reduzir o estresse. Podem ser aeróbicos ou anaeróbicos, o que facilita e melhora o fluxo sanguíneo. Exemplos: alongamento e yoga.

- Dicas Importantes

  • Períodos mais curtos de exercícios produzem resultados melhores. Exemplo: caminhar todos os dias por 30 minutos, é melhor do que caminhar três vezes por semana durante 1 hora.
  • Procure gastar entre 1000e 2000 calorias por semana, realizando exercícios diariamente.
  • Subir três lances de escada, semanalmente, reduz em 50% as chances de ter câncer de pulmão.


Remédios naturais para aliviar as alergias de primavera

A chegada dos dias quentes é um dos melhores momentos do ano. Contudo, para muitas pessoas, o desabrochar das primeiras flores é sinônimo de pólen, que por sua vez dá origem às temíveis alergias primaveris, acompanhado dos seus desagradáveis sintomas.

Por isso é muito habitual sentir comichão nos olhos, espirros e congestão nasal. Para paliar estes sintomas existe a medicação, mas outra alternativa, é a utilização de remédios naturais para aliviar as alergias de primavera, que por vezes mostram-se suficientes sem o recurso a medicamentos.

Mel da sua região

Se tem alergia ao pólen, este remédio caseiro pode ajudar. Tomar uma colher de mel biológico local todos os dias pode ajudar a aumentar a sua imunidade ao pólen da área onde vive. É importante que utilize mel local, ou seja mel produzido na sua região, porque contém vestígios do pólen da sua zona, ao qual você é alérgico. Este remédio natural torna-se mais eficiente, se tomar uma colher de mel durante todo o ano, e não apenas durante a época de alergias.

Lavagens nasais

Faça lavagens regulares ao nariz, de manhã, tarde e noite. Estas lavagens vão ajudar a remover o excesso de muco e os alergénios, reduzindo enormemente as reações alérgicas. Para fazer as lavagens nasais usa-se água do mar, que pode encontrar em sprays nasais na farmácia. Mas pode fazer um spray nasal caseiro: em ½ litro de água morna, adicione não mais de 1/4 colher de chá de sal marinho. Encha um frasco de spray ou uma pompete com este líquido e faça lavagens diárias em cada narina.

Cura de aloé vera

O tratamento com oloé vera contra a alergia ao pólen é um excelente remédio caseiro particularmente rico em nutrientes que fortalecem o sistema imunológico, pois contém minerais e enzimas que ajudam a evitar a secreção excessiva de histamina. Tome durante quatro semanas um copo de aloé vera (2 dl) por dia.

Inalações de vapor à noite:

Ferva 1 litro de água e despeje-a num recipiente. Adicione os seguintes óleos essenciais: 2 gotas de óleo de eucalipto, 2 gotas de óleo da árvore do chá e 3 gotas de óleo de alecrim. Tape a cabeça com uma toalha, incline-se e respire o vapor.

Olhos inchados:

Se tem constantemente os olhos inchados com lacrimejo e a ardência, as compressas com chá de eufrásia podem ajudar. Ferva 3 dl de água, apague o fogo e junte duas colheres de chá desta planta, tape e espere 10 minutos. Molhe um pano ou bolas de algodão na infusão (depois de arrefecer) e coloque durante um quarto de hora sobre as pálpebras fechadas.

Alimentos que devem ser evitados

Existem alguns alimentos que deveriam ser retirados da sua alimentação pois podem agravar os sintomas da alergia. Evite durante a época do pólen os alimentos que contêm histamina, como queijo, salame, nozes, atum e vinho branco. Tal como acontece com o mel local, é também bom comer os alimentos produzidos localmente, especialmente vegetais folhosos verdes, tanto quanto possível durante todo o ano para aumentar a sua imunidade aos alérgenos locais. Outros alimentos aconselháveis são maçãs com casca, feijão verde e couves. Estes alimentos contêm o pigmento vegetal quercetina, que por sua vez, bloqueia a liberação de histamina. Deve-se também, beber bastante líquido, especialmente água mineral, já que umidifica as mucosas e reforça a barreira contra o pólen.

Limpeza de primavera

Embora pareça algo muito óbvio, mas ao manter a casa o mais limpa possível durante a estação das alergias ajuda bastante a aliviar os sintomas. O pólen pode viajar através do ar e pousar em qualquer lugar, por isso limpe o pó e passe o aspirador com mais frequência durante a primavera e no início do verão. É claro que o uso de produtos de limpeza naturais, em vez de produtos sintéticos (já que podem agravar os sintomas alérgicos), são os ideais, para quem sofre de alergias. Lave-se, especialmente o cabelo, pois nele esconde-se o pólen. Lave-o antes de se deitar para eliminar todos os vestígios de pólen, caso contrário estaria exposta aos alergénios durante toda a noite.

À noite

Não dormir com a janela aberta. Se o fizer, feche-a por volta da 4h da manhã. Este é o horário em que o pólen começa a flutuar.

http://www.remedios-caseiros.net/


Saiba como preparar Tempero Caseiro Natural

Você sabia que o tempero caseiro natural, estes com os quais temperamos nossas receitas todos os dias, quando bem utilizado, é capaz de provocar verdadeiras curas alimentares no nosso corpo?

O tempero caseiro, não só é muito mais saboroso, também mais saudável, devido a não conter substâncias nocivas à nossa saúde na composição, como por exemplo o sódio.

Outra vantagem é que podemos dar nosso toque especial agregando os ingredientes que mais apreciamos, saindo da mesmice do tempero tradicional com muito sal. As ervas e especiarias conferem um sabor diferenciado ao tempero, além de proporcionar o acréscimo de nutrientes muito importantes para o organismo.

É um jeito interessante de servir a cebola, o alho, o orégano, o louro, assim como inúmeras outras ervas e especiarias para aqueles que não comem esses ingredientes

Mas atenção algumas ervas são mais intensas que outras e não convém misturar  ervas muito fortes porque o sabor pode não agradar.

Então, vamos conhecer algumas receitas simples de tempero caseiro natural e dar-lhes um toque pessoal

Alho e Gengibre

  • Alho picado e gengibre, processe (utilizo a proporção de 3 para 1), cubra com azeite. Mas teste e adapte ao seu gosto.

Alho e Pimenta Calabresa

  • Alho picado e pimenta calabresa, processe (utilizo a proporção de 30 para 1, exemplo: colheres de sopa), cubra com azeite. É um tempero picante (médio) e muito saboroso mas deve ser adaptado ao sabor de cada um.

Caldo de Ervas

  • Basta espalhar em forminhas de gelo ervas secas como manjericão, orégano, salsa e alecrim, complete com azeite. Leve ao freezer! Depois desinforme e guarde em saquinhos plásticos no freezer.
  • Se utilizar ervas frescas, bata no liquidificador cebola, alho, cebolinha, salsinha, pimentão, azeite, vinagre branco e 1 pitada de sal (o sal e vinagre são conservantes). Espalhe nas forminhas de gelo e leve ao freezer.  Depois desinforme e guarde em saquinhos plásticos no freezer.

Caldo de Legumes

  • Cozinhe em água com azeite, alho-poró, cebola, cenoura, salsão, salsinha, manjerona, tomilho, louro e água.
  • Depois de cozido coe o caldo. Deixe esfriar e guarde em potes, pode utilizar de imediato ou guardar no freezer.

Lemon Pepper

  • Pimenta-do-reino moída na hora (2 colheres de sopa), raspas de (4) limões sicilianos, misture bem.

Mistura de Temperos Secos

  • Manjericão, orégano, salsinha, açafrão, coentro, alecrim, cominho, urucum, orégano, misture uma pitada de sal, utilize a quantidade e variedade que agrade ao seu paladar.
  • Bata os ingredientes e armazene em um recipiente de vidro.

Tempero Baiano

  • Cominho, coentro, açafrão, pimenta-do-reino, pimenta caiena, orégano e cubra com azeite.

Tempero Brasileiro

  • Cebola, alho, pimentão verde, salsinha e cubra com azeite.

Tempero Italiano

  • Cebola, alho, manjericão e cubra com azeite.

Tempero Mineiro

  • Cheiro verde, cebola, alho e cubra com azeite.

Tempero Nordestino

  • Alho, cebola, pimenta do reino, cominho, louro, salsa, urucum e cubra com azeite.

Tempero Tradicional

  • Cebola, alho e cubra com azeite.
Como conservar?

Coloque os temperos em vidros higienizados, feche bem e conserve dentro da geladeira.

Fonte: www.gulosoesaudavel.com.br

Saiba como desintoxicar seu organismo depois das Festas de Final de Ano

Depois das festividades de final de ano, regadas a muita comida, sobremesas e bebidas, o organismo pede uma desintoxicação para poder voltar ao seu ritmo normal. Alguns cuidados são fundamentais depois que as festas terminam.

A seguir conheça algumas dicas que vão ajudar o seu corpo a eliminar os excessos cometidos no fim do ano:

– Evite alimentos industrializados: um dos segredos da desintoxicação do organismo é retirar todos os alimentos industrializados e com corante da dieta;

– Beba mais de 2 litros de água por dia: ainda que os sucos e os chás sejam as bebidas favoritas de quem quer desintoxicar, a água não deve ser deixada de lado. A água purifica o organismo;

– Aumente o consumo de fibras: a desintoxicação também tem como objetivo melhorar o trânsito intestinal, a digestão e assimilação dos nutrientes;

– Corte o açúcar: o açúcar também é um vilão para quem tem o intuito de desintoxicar o corpo depois do Natal e do Ano Novo. A dica é priorizar outros alimentos com propriedades detox, como pimentão vermelho, repolho, aspargos, tomate, cebola, pimenta vermelha, iogurte, uvas vermelhas, alho, limão, abacaxi, cenoura, gergelim, salsa e folhas verdes;

– Aposte em sucos e chás: eles são termogênicos importantes. Os chás são diuréticos e ajudam a drenar; alguns ativam o metabolismo, como o verde, o de gengibre e de hibisco. Já os sucos devem ser preparados em centrífugas, e não no liquidificador, para preservar as propriedades das frutas;

– Corte as bebidas alcoólicas: como o objetivo é fazer uma faxina no organismo, é preciso cortar todo tipo de bebida alcóolica para melhorar o funcionamento do fígado, órgão responsável por metabolizar a gordura e o álcool;

– Vegetais: invista em couve, couve-flor, brócolis e repolho;

– Temperos: alecrim, cúrcuma e gengibre são temperos que deverão constar em grande parte das suas receitas;

– Frutas cítricas: abacaxi é a melhor opção. Prepare um suco e tome na hora do lanche;

– Uva vermelha: lembre-se que ela precisa ser orgânica, ou seja, livre de agrotóxicos;

- Oleaginosas: consuma nozes, avelãs, amêndoas, castanha-do-pará, castanha-de-caju e macadâmia, porém, tudo com moderação;

– Cereais integrais: comece o seu dia consumindo esses produtos. Por serem ricos em fibras, eles ajudam no funcionamento do organismo;

– Peixes: escolha o que você mais gostar. Porém, é sempre bom lembrar que eles devem ser assados;

– Pratique algum exercício: para potencializar o efeito detox e acelerar o metabolismo. Caso a pessoa seja sedentária, 20 minutos de caminhada já vão garantir ganhos cardiovasculares.

Fonte:drbemestar.com.br

 


Como lidar com as mudanças no trabalho

As mudanças no trabalho são cada vez mais comuns – e constantes. Mas esse pode ser um bom momento para se destacar.
Saiba como aproveitar as oportunidades.

Sua empresa instituiu o home office
Um estudo da consultoria Produtive mostra que 40% das pessoas não se adaptam ao home office porque não conseguem separar atividades pessoais das profissionais. Se precisa resolver questões pessoais, use o horário de almoço e não o expediente, certo? Outro ponto importante é manter contato com quem trabalha com você – marque um encontro pelo menos uma vez por semana.

Você ganhou um novo chefe
Para que a nova gestão não prejudique o andamento da sua carreira, reorganize suas conexões e descubra qual é a nova equipe de confiança dessa liderança. Estabeleça vínculos para que seu progresso na companhia não seja interrompido. Aos poucos, faça com que o novo chefe saiba de seus projetos anteriores para discutirem, juntos, o que deve ser levado adiante nesse novo momento da corporação. Procure aparecer de forma proativa. Dê ideias, mostre-se disposta a ajudar e compreenda que o ritmo de trabalho pode mudar.

Há boatos de demissões
Ninguém está preparado para ser cortado, mas é preciso ter em mente que isso pode acontecer. E talvez não tenha nada a ver com seu desempenho pessoal, e sim com a situação da empresa. Saiba lidar com situações inesperadas, como mudança de chefe e troca de equipe, e mantenha sempre sua rede de contatos ativada e uma reserva financeira – 15% do salário já é suficiente.

Com menos funcionários, você acumulou funções
O primeiro passo é entender o cenário: ele será passageiro ou tende a durar? Caso seja transitório, você precisa saber o que deve assumir: serão atividades novas ou você fará mais do mesmo? Está aí uma boa oportunidade de aprendizado, mantenha a postura positiva. “Segurar a barra em um momento desses pode ser crucial para a evolução da sua carreira. Aproveite para aprender novas atividades e fazer contatos na empresa”, diz Willian Bull.

Sua empresa foi vendida ou se juntou a outra
A fusão ou a compra de empresas não necessariamente provocam demissões. Nem sempre os casos são tão traumáticos e podem, até, te ajudar a crescer. Apesar do receio, tenha confiança e se empenhe para mostrar um bom trabalho. A reestruturação e a chegada de novos investidores podem definir melhor as lideranças específicas nas áreas e os bons funcionários da antiga gestão devem permanecer.

Fonte: Mdemulher/Imagem:Istock

  

Acabe com a insônia e recupere sua saúde

Não conseguir dormir por pelo menos três dias por semana durante três meses significa que você tem insônia, um problema relacionado à incidência de várias doenças.

Na cama, de olhos fechados, tudo quieto, o tempo passa e nada de pegar no sono. Ou, no meio da noite, a pessoa desperta e assiste ao amanhecer. Quando esse roteiro se arrasta por mais de três dias por semana e durante meses, é hora de buscar ajuda. “A insônia pode estar relacionada ao estresse crônico, à depressão, a doenças como o Parkinson ou não ter uma causa definida”, diz o neurologista Luciano Ribeiro, da Universidade Federal de São Paulo. E são vários os prejuízos desde falta de concentração, irritação e cansaço, até o aumento do risco para males do coração.

Quer manter a forma?
Então, já para a cama! Estudos mostram que dormir mal mexe com substâncias que controlam o apetite, caso da leptina e da grelina. Se essa dupla está em desequilíbrio, a fome aumenta e os ataques à geladeira também. Pra piorar, noites em claro pioram a ansiedade e o ansioso tende a comer mais.

Segredos do tempo da vovó
Embora não exista comprovação científica, aquele leitinho morno pode ser uma boa pedida. Há suspeitas de que uma substância encontrada nele, o triptofano, favoreça o bem-estar e o relaxamento. Chás de erva-cidreira ou camomila também entram na lista. “Mas, infelizmente, não é pra todo mundo que funciona”, lamenta Ribeiro. Agora, uma estratégia certeira é a de estabelecer a rotina do sono, ou seja, deitar-se e levantar-se sempre no mesmo horário.

Empurrão para sonhar: Na tentativa de se livrar da insônia, tem gente que toma remédio por conta própria. Isso é um perigo, já que certas pílulas atuam em substâncias do cérebro, os neurotransmissores. Quando usados de forma errada, alguns medicamentos levam à dependência”, afirma Ribeiro. E, não custa lembrar, cada caso é um caso.

Cafezinho nem pensar: Depois do anoitecer, não é indicado consumir substâncias que estimulem o sistema nervoso central. E a cafeína é um deles. Por isso, quem sofre com a insônia deve evitar café, chá-preto e refrigerantes à base de cola. O mesmo vale para as bebidas alcoólicas. Apesar de causar certa sonolência, o álcool interfere na qualidade do sono, que fica todo picado.

Você sabia: Dicas como a de desligar o abajur, a TV e o computador são eficazes. É que a luz desses aparelhos reduz a produção de melatonina, um hormônio que avisa ao cérebro que é hora de dormir.

 

Fonte: Mdemulher

Os benefícios do exercício vão além de um corpinho bonito


Quem malha sabe que a silhueta enxuta é só uma das conquistas do estilo de vida ativo e saudável. Fazer exercício – você escolhe qual! – mantém o bom humor, movimenta a vida social, protege a saúde e dá uma força à realização dos seus sonhos.

Os tênis de corrida estão sempre à mão quando Tiffany Maxwell decide correr pelas ruas do bairro onde mora. A sala da casa dela não tem sofás, mas espelhos e barras de apoio, como nos estúdios de dança. Sim, ela é dependente de exercícios. Não, o foco não é ficar magra ou conseguir um corpo perfeito.

Correr e dançar são a fórmula que ela encontrou para esquecer os problemas emocionais que enfrenta depois da morte do marido e da demissão do emprego. Foi correndo que ela se aproximou de Pat Solitano, um professor diagnosticado com transtorno bipolar. Juntos, os dois arrasam na rua e no salão, superam a dor e ainda iniciam uma linda história de amor. Essa é a história do filme O Lado Bom da Vida, que rendeu a Jennifer Lawrence o Oscar de melhor atriz este ano.

Detalhes fictícios à parte, em pelo menos uma coisa a arte imitou a vida: fazer exercício é uma ótima estratégia para mandar a tristeza para longe, fazer amigos e extravasar energia, entre outros (muitos) benefícios. Não é só quem dança – e corre – que os males espanta. O que não falta são modalidades para agradar quem precisa começar a se mexer, qualquer que seja o motivo.

“Na academia ou ao ar livre, o importante é achar uma atividade com que você se identifique e dê prazer”, diz Ângela Vaamonde, terapeuta especialista em neurolinguística de Niterói, no Rio de Janeiro. “Se virar mais uma entre tantas obrigações, não funciona, você desiste”, diz.

 Fonte: Mdemulher/Imagem: Istock

Subir escadas: descubra os benefícios do exercício para a saúde

Invista na atividade física que reduz em 15% as chances de morte precoce. Saiba mais!

Além de melhorar a condição física, afinar a cintura e diminuir a pressão sangüínea, os cientistas suíços descobriram mais uma vantagem em trocar os elevadores pelas escadas: ganhar alguns anos de vida. Um estudo com 69 pessoas, que tinham um estilo de vida sedentário, passaram 12 semanas usando somente as escadas, durante o trabalho no Hospital Universitário de Genebra (Suíça). Ao fim dos três meses de testes, os cientistas anunciaram uma redução de 15% nas chances de morte precoce. Assim, abandone o discurso de que não tem tempo ou dinheiro para malhar.
Dica esperta: Se está condicionada pode experimentar fazer um sprint na escadaria. Comece na base e dê um tiro rápido até o topo, pisando em todos os degraus. Desça andando. Faça por dois minutos e descanse um.

Fonte: Mde mulher

Conheça os 10 grandes vilões do rendimento no trabalho

Conheça os principais erros que acabam com a sua produtividade no dia a dia. Para quem vive atrasado, como o coelho de Alice no País das Maravilhas (lembra?), o especialista em administração de tempo e produtividade Christian Barbosa (SP), autor do livro Você, Dona do Seu Tempo, dá dicas para fazer o seu dia render muuuito.

  1. E-mail aberto na tela: Controle a ansiedade definindo momentos para lidar com as mensagens.
  2. Não ter clareza: Você sabe 80% do que deve ser feito hoje? Não? Então vai se perder nas tarefas…
  3. Reuniões: Pesquisas mostram que 1/3 das reuniões podem ser canceladas. Se o encontro for fundamental, que tenha duração máxima de duas horas.
  4. Redes sociais: Utilize intervalos no dia (como a hora do almoço) para checar Facebook, Instagram, Twitter…
  5. Desânimo: Leva à perda de concentração e rouba horas do seu dia. Eleve a energia com exercícios, vá ao médico, alimente-se em horários regulares e faça sexo (com frequência).
  6. Perda de foco: Se a tarefa for grande, quebre-a em pequenas partes e coloque o celular no modo silencioso.
  7. Falta de planejamento: Anote os afazeres em uma agenda ou no celular. O ideal é planejar a rotina semanalmente ou com antecedência de três dias.
  8. Messenger, GTalk..:Está ocupada? Mantenha o status invisível/ offline. Tranquila? Ligue o sinal ocupado. Tem tempo para conversar? Aí, sim, fique disponível.
  9. Interrupções: Se muita gente chama você, sua comunicação não anda lá muito adequada. Revise como envia e-mails, dá informações e delega atividades.
  10. Tarefas imprevistas: Responda NÃO de forma concreta (baseada em seu planejamento X disponibilidade). Se muitos imprevistos surgem na rotina, seu plano pode não estar adequado.

Fonte: Mdemulher

----------------------------------     nossas empresas     ----------------------------------